O título do post é um pedaço de música já meio velhinha, mas uma preocupação cada vez mais recente para quem vai se mudar para uma casa…

A resposta para esta pergunta costuma ser “sim”, e para aqueles que não tem a sorte de morar em cidades onde os índices de criminalidade são baixos, ou estão construindo suas casas em condomínios fechados com proteção da SWAT, Mossad, BOPE, Esquadrão Classe A ou Batman, é muito importante pensar nos futuros sistemas de segurança da casa.

Uma dica que deixo para vocês é a seguinte : Se chegarem à conclusão que vão precisar de um sistema de segurança em suas casas, não esperem até o final da obra para fazer isso!

Pesquisem as empresas (sérias) que atuem na região de suas casas, façam cotações e comparações, e chamem os técnicos para uma avaliação do local.

A grande vantagem de fazer isso antes do final da obra é que os técnicos avaliam os pontos vulneráveis, e determinam onde deverão ser instalados os sensores de presença, de abertura de portas e janelas, e a central de alarme. Como estes sistemas dependem de fiação específica (e não se recomenda que sejam usados os mesmos conduítes onde passam fios elétricos) provavelmente vocês terão de passar alguns novos conduítes, e não é nada legal pensar em alguém passando a Makita na sua casa prontinha, com as paredes cheirando a tinta fresca…

Planejando com antecedência, vocês podem deixar todos os conduítes prontos para receber o sistema de segurança sem stress quando a casa estiver pronta…

Até existem alguns sistemas sem fio que não exigiriam esta preocupação…mas vale a pena lembrar que além de mais caros, eles precisam de revisões periódicas e substituição de baterias e componentes para que fique funcionando perfeitamente. Por isso, acho que a melhor solução é se adiantar pra fazer o mínimo de estrago na obra, e usar o velho e bom sistema com fio.

Abraços,

Anúncios