Depois de ver alguns orçamentos e visitar algumas marmorarias neste sábado, percebemos que vamos ter muitas pedras em nosso caminho…
 
Se juntarmos as pingadeiras, soleiras, balcão da cozinha, da churrasqueira, dos banheiros, lavabo e mais a escada, vamos ter uma quantidade razoável de pedras para colocar na casa. Pelos primeiros orçamentos, deu pra ver que os preços não são lá muito convidativos…
 
O primeiro passo para fazer os orçamentos, é escolher mais ou menos o tipo da pedra que se quer usar, e depois com as medidas e projetos o valor é calculado, multiplicando a área pelo valor por metro quadrado de cada pedra escolhida. Visitamos duas marmorarias muito diferentes no sábado, mas o resultado foi bem parecido.
 
Na primeira loja, logo que chegamos, demos de cara com um Porsche parado no estacionamento (mau sinal para quem tá procurando um precinho bom) e a vendedora parecia a Ana Maria Braga, toda arrumada (parecia pronta pra ir no chá beneficente do country club, só faltava o chapéu…). Pensei aqui com meus botões : “tô f…” e não deu outra. Ela nos mostrou pedras sensacionais no show-room e algumas peças prontas. Você já começa a imaginar como ficariam estas pedras na sua casa, até saber os preços…Tudo bem caro, com algumas pedras custando mais de R$ 1.200 o metro quadrado! Deu vontade de fugir!
 
Quando estávamos chegando na segunda loja, que fica em uma travessa da Avenida do Estado (quem conhece SP, sabe que é uma área onde os alagamentos são comuns, ainda mais nos últimos tempos com toda essa chuva que vem caindo), vi que era uma área de galpões industriais, e a rua da marmoraria ainda tinha alguns sinais de barro da última enchente. Tudo bem mais simples que a primeira loja…Aí já pensei : “Estamos Salvos!”. Que nada…
 
Os preços das pedras não eram muito diferentes, e apesar do ambiente mais simples, eles tinham também todos aqueles modelos de pedras chiques da loja da “Ana Maria”. Tinham até uma linha especial de pedras do Fernando Alonso! Catzu…eu nunca imaginava que o Alonso vendia pedra…deve ser porque a velocidade em que a grana sai do seu bolso é proporcional à dele num carro de Fórmula 1…!  
 
Pra não causar um trauma muito grande, escolhemos só as pedras das pingadeiras, que era o que estava no cronograma da obra, e vamos pensar com calma no que vamos colocar em todo o resto da casa. Com certeza vamos ter de dar uma boa pesquisada por aí para achar materiais com uma boa relação custo x benefício, senão o orçamento vai pro espaço!
 
Ah, pra não ser injusto :
 
1)       O Porsche na loja da “Ana Maria” não era de nenhum cliente. O pessoal de um estabelecimento vizinho amigo deles parou por lá…
2)       A “Ana Maria genérica” da loja é gente boa. Provavelmente é mais legal do que parece ser a “original”…
3)       Puta merda, a tal pedra do Alonso é cara, mas bonita pra caramba!
 
Abraços,

Anúncios